28/jul/2014

O que fazer em Split?!

por Luciana Micheletti

Tags: , , , ,

Para explorar SPLIT, o primeiro passeio obrigatório é conhecer o famoso Palácio Diocleciano, que levou cerca de 10 anos para ser construído e hoje faz parte da lista de patrimônio da UNESCO.

Split

DQZ - Split

Split

O complexo murado, construído para desempenhar a função de residência imperial e fortaleza, é dividido em duas partes por uma rua central e tem quatro grandes portões: Portão de Ferro, Portão de Prata, Portão de Latão e Portão de Ouro.

Agora, o melhor a se fazer é se embrenhar pelo labirinto de Diocleciano, se você quiser realmente conhecer este lugar, afinal a cada esquina uma surpresa. Andar muitas vezes pode te levar à uma praça central, já em outras à ruelas e vielas cheias de restaurantes, lojas e sorveterias.

DQZ 2 - Diocleciano

Aliás, um pouco de história é sempre bom, não é mesmo?!

igreja Split - DQZ

A Catedral de São Dônio foi consagrada no séxulo VII quando o sarcófago com o corpo do imperador foi removido e substituído pelos despojos de São Dônio, antigo arcebispo de Split na época da igreja cristã.

Chegamos em Riva, que trata-se da area em frente ao Palácio e em frente ao porto. Esse é o point, o agito de Split, aqui é um vai e vem diário de pessoas pra lá e pra cá. O calçadão é amplo, muito bem iluminado, aliás recentemente foi restaurado e por isso abriga hotéis, bares, cafés e casas noturnas.

DQZ 1 - Riva

É uma delícia andar pelo calçadão, ou simplesmente apreciar a vista do porto, em um dos inúmeros banquinhos espalhados por lá.

riva

DQZ - Riva

Bom, depois de tanta andança é obvio que a fome bate, as opções são muitas e antes de escolher seu restaurante, o bom é dar uma olhada no menu que sempre fica na entrada. Esse aqui é o De Belly, serve comida internacional, ou seja aquele hambúrguer com fritas é garantido.

Split

Por um dia, já deu pra perceber que por aqui não faltam atividades em Split, desde as mais culturais até as mais badaladas.

Fotos: DQZ

Sem Comentários

20/jul/2014

Diário de Viagem – Split Croácia

por Luciana Micheletti

Tags: , , , ,

Ultra Festival - Croácia - Split - DQZ O que me trouxe para a Croácia a principio foi o Ultra Europe Festival, não que eu goste ou tenha o menor interesse por esse tipo de música/agitação/vibe, mas foi a escolha dos meus dois teens – Pedro e Cora – portanto de alguma maneira essa cidade que na verdade é a segunda maior cidade da Croácia e a maior da região da Dalmácia, deveria fazer parte do nosso roteiro de viagem entre os dias 11 até 13 de Julho.

Para chegar lá, você tem algumas opções, a nossa foi pela Vueling (companhia aérea de baixo custo espanhola com base em Barcelona, na Espanha) que leva você pra qualquer lugar da Europa. Depois de 2 horas de voo de Barcelona até Split, mais uns 40 minutos de carro, chegamos finalmente no nosso destino, o Hotel Radisson Blu - de longe ele foi o melhor quarto de todos os hotéis na Croácia.
Radisson Blu - Split - Croácia - DQZ A primeira lição que se aprende em Split é a seguinte, nem todo restaurante/bar serve comida, isso porque você pode estar fora do restrito horário em que a cozinha trabalha ou o devido estabelecimento apenas serve drinks e cafézinhos. Portanto, atenção aos horários e certifique-se que seu restaurante, também serve comida, para isso repare se na frente do nome está escrito Konoba, que significa algo como Taverna.

Digo isso porque chegamos por volta das 11 horas, com fome e tivemos que esperar até o meio dia, antes nem um petisco foi servido pra enganar nosso estômago faminto.

O tempo por aqui é engraçado, o dia muitas vezes começou horrível, daqueles em que você acha que o melhor é ficar dentro do quarto do hotel assistindo jogo com narração croata (em época de Copa Mundo, foi o que eu fiz), mas de repente aquelas nuvens com “toneladas de chuva”, começam a se dissipar e como num passe de mágica o tempo abre e o sol aparece firme e forte. Split - Croácia - DQZ - LuMich Então, o que fazer?! borá para a praia. Não pense você que mora no Brasil e está acostumado com aquela areia branquinha, que vai encontrar o mesmo por estas bandas, aqui a praia é de pedra, com exceção da única praia da cidade de areia, chamada Bačvice.

E, se você não tem o esquema do hotel, que traz a sua confortável cadeira praiana, faça como a velha guarda, leve uma toalha e se jogue nelas. Não faço ideia de como sua coluna pode sair depois de um dia na praia, mas os croatas parecem não ligar para as suas costas ou elas, já estão calejadas de tanta pedra, não é mesmo?! praia em Split - Croácia - DQZ Split  - Croácia - DQZ

Uma boa opção de comida caseira e barata são as cabanas de praia, elas oferecem porções bem servidas, como filé de frango com fritas, ao som de música eletrônica, é claro. Essa é a Blue Sky, e fica na praia em frente ao hotel.

Split DQZ

Para o primeiro dia, minha impressão foi a melhor possível, amanhã é dia de explorar o que mais essa cidade tem para oferecer, além de música eletrônica. :)

Fotos: DQZ

Sem Comentários

17/jul/2014

Pigmentclar Serum- La Roche-Posay

por Luciana Micheletti

Tags: , , , , , ,

LuMich - DQZ

Viajar, pegar uma praia e tomar um sol, é tudo o que eu mais queria, mas é sempre a mesma ladainha de sempre, as malditas manchas me perseguem aonde quer que eu vá. Dureza viu, querer ficar bronzeada, pra quem sofre com esses melasma espalhado pelo rosto todo, como eu tenho.

Só de pensar no sol, meu rosto é capaz de imediatamente pipocar de manchas. Apesar de tomar o maior cuidado, não tem jeito, depois de alguns dias na praia, elas surgem como moscas de padaria atrás de um pão doce.

DQZ

Olha, eu uso um gel com proteção solar fator 90 + um pó compacto da Avene (proteção solar 50) + chapéu = nem todo esse meu cuidado me livra delas nas férias – MANCHAS.

É só uma questão de tempo, para eu começar a manchar de verdade, aliás eu fiquei sabendo recentemente que as manchas são responsáveis pela segunda maior causa aos dermatologistas, perdendo apenas para a acne, que  fica em primeiro lugar.

DQZ - LuMich

Diante deste meu eterno problema, resolvi no meio dessa chateação que é ficar manchada em plenas férias, experimentar o novo Pigmentclar Serum da La Roche-Posay, por um simples motivo, todos esses outros clareadores são sempre recomendados para o uso durante o período da noite e bem longe do sol.

Como no meu caso isso não seria possível, afinal estou tomando sol quase todos os dias, esse novo serum pode ser usado também durante o dia, além do fato de eu estar bem perto do sol.

Pigmetclar - DQZ

Ou seja, caiu como uma luva, comecei a usar há pouco mais de uma semana, mas já posso sentir que pelo menos as manchas não aumentaram mais, acredito que com o uso contínuo do serum, elas irão gradativamente diminuir.

Assim, que o meu objetivo seja atingido com sucesso, eu volto aqui no post para dar um update sobre as manchas, enquanto isso é bom ler sobre a eficácia do produto logo abaixo para ter certeza de que ele vai funcionar e eu vou poder me bronzear sem maiores problemas.

 Pigmentclar Serum

La Roche-Posay traz para o mercado brasileiro uma combinação única e patenteada dos ativos PhE-Resorcinol e LHA™. O PhE-Resorcinol entrega uma eficácia 100 vezes maior que a Vitamina C e 10 vezes maior que o ácido kójico. Já o LHA™ com uma ação queratolítica, também estimula a renovação celular. Sua fórmula também conta com Ácido Ferúlico e Gingko, que possuem ação antioxidante, e Nicotinamida, com propriedade anti-inflamatória.

Este sérum intensivo atua no clareamento global da pele, garantindo uma tonalidade mais homogênea e luminosa, com resultados prolongados (1) e publicados no Journal of Cosmetics, Dermatological Sciences and Applications, 2014.

Os resultados começam a surgir a partir da quarta semana, a pele se torna mais luminosa e com menos imperfeições de tonalidade. Com oito semanas, as diferenças de tonalidade diminuem significativamente. Estudos demonstram que, em mulheres com melasma, é notada uma redução de 2,7 graus no MASI (2).

 Estudos sob controle dermatológico (3) comprovaram a excelente tolerância e textura de Pigmentclar Serum.

Em quatro semanas de uso os resultados foram:

* Ótima tolerância em pele sensibilizada por despigmentantes: 88%

* Não deixa a pele pegajosa: 100% de mulheres

* Não deixa a pele oleosa: 98% das mulheres

 1 A eficácia do serum clareador se mantém até 3 semanas após o término da utilização do produto (considerando uma utilização durante 12 semanas). Estudo cosmetoclínico em 30 indivíduos.

2 MASI: Índice que avalie extensão da área e grau de severidade do melasma, amplamente utilizada por dermatologistas. Protocolo: 44 pacientes chinesas, entre 25 e 45 anos, diagnosticadas com melasma epidérmico. Fonte: Journal of Cosmetics, Dermatological Sciences and Applications, 2014, 4, 92-98.

3 Protocolo: 52 mulheres. Aplicação uma vez por dia durante quatro semanas.

Fotos: DQZ e Divulgação

Sem Comentários