02/jul/2015

Por que eu vou tirar a minha carteira de motorista internacional?!

por Luciana Micheletti

Tags: , , , , , ,

Image

Desde que a minha irmã veio morar em Barcelona, pelo menos uma vez por ano eu venho visitá-la. Isso já fazem 5 anos, ou seja, são 5 anos andando de scooter pelas ruas de Barcelona, o meio mais fácil de se locomover pelas ruas de Barça, na minha humilde opinião. Prefiro muito mais do que o metrô, ônibus ou taxi.

Adoro andar de scooter e confesso, que morando em São Paulo não tenho coragem de me arriscar a andar numa, o nosso transito é muito selvagem, os nossos motoboys são muito crazy, eu não me arriscaria a dividir a mesma rua com eles e com os nossos carros, mas aqui é diferente.

A cidade tem outro ritmo, as pessoas estão acostumadas a andar de scooter muito mais do que de carro, ou pelo menos elas revesam entre os carros e suas scooters, por isso fica muito mais fácil passear de motinho, até mesmo quando há trânsito.

barcelona-scooter-tour

Este verão não foi diferente, voltei na mesma locadora do ano anterior e sai de lá com uma scooter a tiracolo, estava feliz e contente para mais uma temporada de férias. Minha felicidade durou exatas 24 horas, até ser parada em uma blitz. Imagem, ser parada em uma blitz em outro país, por um policial gringo, senti frio na espinha, cagaço e o começo de um pré-ataque de pânico.

Um policial enorme espanhol foi logo perguntando que língua eu falava, cacilda, eu tenho cara de gringa?! enfim, comecei a “hablar” o meu “portonhõl” e fui explicando que minha carteira de motorista era brasileira, mas que estava perfeitamente em dia. Quem se importa?! aqui na Espanha, disse ele – Você precisa da CARTEIRA INTERNACIONAL DE MOTORISTA”.

Comecei a sentir que a minha situação não era das melhores e meu xaveco não seria o suficiente para me safar dessa situação com a minha scooter, dito e feito, minha moto foi devidamente rebocada para o depósito da polícia, eu recebi uma multa por dirigir sem habilitação internacional e voltei a pé para casa, segurando o meu capacete na mão (não, não tenho foto desse momento tragicômico).

Conclusão, se eu viajo todo santo ano para Barcelona, se eu alugo toda santa vez uma scooter, porque, eu ainda não fiz a minha PID – Permissão Internacional para Dirigir ?! me digam, porque?! juro, assim que chegar ao Brasil, essa será uma das minhas primeiras providências a serem tomadas, com certeza. Nada mais de ser pega na blitz, nunca mais.

bmw-c-evolution-barcelona-police-02

* Já fiz a minha pesquisa, parece que a coisa é mais simples do que eu imaginava, AQUI no blog 360 Meridianos, eu encontrei a resposta para as minhas dúvidas.

Fotos: DQZ/Reprodução

Sem Comentários

30/jun/2015

hidratante de mãe para filha

por Luciana Micheletti

Tags: , , , , ,

SAM_2782

Viagem de avião além de ser chata, apertada e muitas vezes longa, como no meu caso ~ acabei de voar para Barcelona, 12 horas de voo ~ tem o problema da pele, sim, a pele da gente fica um horror.  A minha pele tadinha sofreu bastante durante o voo, ficou super ressecada, a boca nem se fala, o pior foi ter esquecido de trazer um lipbalm, fiquei com ódio de mim, mas não pude fazer nada, além de me lamentar.

Agora, vejam só vocês, eu saio de São Paulo onde as temperaturas estavam chegando a 10 graus, um frio do cão e chego em Barcelona onde as temperaturas estão na casa dos 35 graus, um calor dos infernos, aja choque térmico para a pele.

Quando eu recorro aos meus creminhos, descubro que os que eu havia trazido não iam dar conta da super hidratação que eu precisava naquele momento. Ótimo, vamos para a primeira farmácia de plantão, porque o bom da Espanha são todas aquelas marcas maravilhosas que por aqui nós podemos fazer a festa (mesmo pagando em euros), e que no Brasil não são tão baratas assim, né?!

Eu estava procurando um hidratante, melhor um potente para o meu tipo de pele madura. E, como a minha filha também estava viajando comigo e sua pele havia ressecado igualmente, estávamos procurando um hidratante para a pele dela, potente mas para pele jovem. Ou seja, um hidratante para mãe e outro para filha.

Encontrei várias opções na farmácia, me decidindo por dois. Vou explicar meu motivos, primeiro um deles eu já havia testado no passado e lembrava que tinha gostado bastante, segundo a mocinha que nos atendeu (muito simpática) nos indicou esses dois hidratantes, confirmando as minhas escolhas, que foram: para mim ~ Sērēnage Nuit ~ e outro, para a minha filha Cora ~ Hidrance Optimale Légère ~ já usamos e nossos rostinhos estão voltando ao normal, ainda bem.

serenage

*Recupera a densidade e devolve o contorno do rosto.
*Nutre em profundidade.

Benefícios

Fortalece as peles frágeis e combate o envelhecimento da pele graças ao Ácido hialurônico fragmentado que devolvem a densidade e a firmeza da pele.
Nutre em profundidade a pele graças ao Glicoleol que impulsiona a síntese natural de lipídeos.
Enriquecido com Arginina, que age durante a noite na reparação e regeneração da pele.
Textura leve e refrescante.

É indicado para mim?

Sérénage Noite é indicado para as peles maduras.

O Gesto correto

Aplicar o Sérénage Noite todas as noites no rosto e no pescoço.

avene-hydrance-optimale-legere-40-ml-hassas-karma-cilt-icin-nemlendirici-krem

*Pele hidratada e protegida do sol.
*Hidrata a pele e devolve o conforto e a luminosidade para a pele ressecada.

Os seus Benefícios

Possui hidratação profunda, textura levíssima e oil-free.
Com microcápsulas absorventes, proporcina um efeito matte.
Ação calmante, suavizante e anti-oxidante
Fotoprotação

É indicado para mim ?

Hydrance Optimale UV Légère é indicado para as peles sensíveis normais a mista.
O Gesto correto

Aplicar de manhã ou à noite na pele perfeitamente limpa e seca.

Untitled

Fotos: DQZ/ Reprodução

Sem Comentários

29/jun/2015

Arrumando a mala – o desserviço

por Luciana Micheletti

Tags: , , , ,

arrumando-as-malas-1024x512

Nada pode ser tão insuportável na hora de viajar, do que o momento de arrumar uma mala, concordam?! me desculpem, já li posts, assisti tutoriais e recebi conselhos sobre a arte de fazer uma mala prática (existe?!) olha, no fundo do meu ser, não acreditei em quase nenhuma ou para ser mais sincera, em nenhuma. Ponto final.

Por isso, esse post é um desserviço, eu não vou ensinar nada, não vou fazer nenhum vídeo, mas vou te desanimar ainda mais se o seu intuito for fazer uma mala hoje, amanhã ou qualquer dia dessa semana, mês ou ano.

Vai me dizer que é fácil saber o que levar por exemplo ~ no meu caso ~ para uma viagem de um mês?! impossível. A gente começa a tirar o armário inteirinho pra fora, afinal um mês são 30 dias, e, eu preciso me vestir. Se estou saindo de viagem, é claro, vou levar todas as minhas melhores roupas, o problema já começou neste instante.

Quem disse pra vocês que eu sou pragmática, racional e sensata?! mentiu, viu. Eu além, de querer levar tudo recém adquirido nos últimos tempos, começo a sessão nostalgia por peças esquecidas no meu armário, afinal quem mandou fuçar?! óbvio, encontro amores do passado, vou resgatando eles, a mala vai aumentando de tamanho.

Largo um pouco de lado as roupas e pulo para os sapatos, é um tal de pega um, devolve outro, até finalmente me decidir matematicamente falando, afinal só tenho dois pés, por isso 10 pares são o suficiente.

Chegou o momento de montar o necessarie de cremes, essa hora é problema na certa. O peso que este maldito produz na mala de qualquer mulher é um escândalo. Isso sem contar com os outros…necessarie de maquiagem, da lente de contato, da bolsinha da praia, das tecnologias (fios, carregadores, etc), bijoux. Aja.

Voltamos para as roupas novamente, eu começo a achar que estava exagerando (mais uma vez) e o movimento ao contrário começa nesse ponto da montagem da mala. Tiro aquela saia que eu não uso há dois anos, mas que resolvi usar justamente nesta viagem, também tiro umas das 7 calças que eu coloquei na mala, afinal tô indo pro verão, né?! devolvo pro meu armário mais 2 biquínis, 1 saída de praia, 5 regatas pretas, 3 camisetas de cores diversas, ufffa, acho que agora vai.

Vai nada, faltaram as bolsas. Elas são “tipo” os sapatos, eu pego, eu devolvo e pra variar acabo sempre levando as mesmas. Tenho um modelo de bolsa de viagem imbatível, cabe tudo o que eu necessito carregar comigo e não pesa. Não entendo porque não vou logo nela?!
Antes de fechar a mala, ainda abro algumas vezes, porque claro, faltaram os detalhes. Sempre esses detalhes nos impedem de fechar de vez a mala, mala esta que tem três alturas para aumentá-la em caso de excesso de roupas.

Finalmente, malas lacradas, vamos a prova dos nove. Check-in no aeroporto e a minha mala desta vez, pesou 26 kg recebendo um simpático selo de HEAVY, os carregadores dos aeroportos do mundo me amam! Agora, o mais louco disso tudo é que fui no caminho do aeroporto, lembrando tudo o que eu havia esquecido…

foto-1-e1413569969100-1372x900-750x410

* Esse post é dedicado a minha amiga Ivana, que acaba de se mudar para o Japão, com os 3 filhos + marido, literalmente de mala e cuia ~ leia-se 10 malas, malas de mão, mochilas infantis ~ Parabéns, guerreira-master!!

Sem Comentários